Isenção de Imposto de Renda para aposentados com sequelas da covid-19 é aprovada com voto de Ruy Carneiro

Publicado em: 26/09/2021 às 20:55
Foto

Com o voto favorável do deputado federal paraibano Ruy Carneiro (PSDB) - na foto -, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1100/21 que concede isenção do Imposto de Renda (IR) para aposentadoria, reforma ou pensão recebidas por pessoa com sequelas da covid-19.

A proposição, votada e aprovada no último dia 22, observa os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que, em média, 5% dos casos de covid-19 ocasionam complicações graves e muitas delas irreversíveis.

Segundo o texto da matéria, a isenção deverá ser concedida com base na conclusão da medicina especializada e valerá mesmo que a doença tenha sido contraída depois da aposentadoria, reforma, reserva remunerada ou concessão da pensão.

O benefício valerá a partir de 1º de janeiro do ano seguinte ao de publicação da futura lei. A proposta estabelece a inclusão de complicações ou sequelas da covid-19 no rol de doenças graves aptas a atrair a isenção do IR, abatimento das despesas com fisioterapia, hemodiálise, exames cardiovasculares, neurológicos e pulmonares decorrentes da doença, abatimento das contribuições previdenciárias em decorrência dos pagamentos efetuados a cuidadores ou enfermeiros.

O projeto aprovado apresenta ainda a relação das complicações e sequelas que poderão ser motivos das isenções: redução da capacidade respiratória, redução da capacidade motora, redução de desempenho cardiovascular, redução da capacidade renal, danos neurológicos e psicológicos fundamentadamente associados à covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

O deputado federal Ruy Carneiro tem destacado a abrangência das sequelas da covid-19, que atingem hoje mais de um milhão de pessoas que já tiveram a doença. “Muitas dessas sequelas têm causado efeitos severos e demandado necessidades extras na saúde, com gastos com tratamento de longo prazo ou até permanente”, explicou Ruy.

Outro ponto da lei isenta os segurados da Previdência Social de carência para acessar benefícios, como o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez quando apresentarem complicações ou sequelas graves de covid-19. Agora, um regulamento do Ministério da Saúde estabelecerá os tipos, os critérios para a caracterização e as condições para a manutenção desses benefícios referentes às complicações ou sequelas da covid-19.

“A covid-19 gerou uma grave crise de saúde pública e de vulnerabilidade dos trabalhadores. É nosso dever melhorar de alguma forma a condição de vida dessas pessoas, assim como criar meios para desobrigar o cumprimento de carência para a concessão de benefícios previdenciários. É uma lei importante e que vai contribuir com nossa população que está muito sofrida”, conclui.



Fonte: Espaço PB com Assessoria – Foto: Divulgação – Contato: jorgerezende.imprensa@gmail.com

Comentários: