Primeiro-ministro de Israel passeia pela praia de Copacabana, Rio de Janeiro

Primeiro-ministro de Israel passeia pela praia de Copacabana, Rio de Janeiro

Mesmo com a agenda lotada, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, conseguiu uma folga para aproveitar o sábado (29) nas areias das praias de Copacabana e do Leme. Ele saiu por volta de 13h do hotel onde está hospedado em Copacabana, com forte esquema de segurança, e seguiu para a praia, onde jogou futebol com banhistas.

Netanyahu também foi até a pedra do Leme. Os seguranças do primeiro-ministro tentaram fechar o acesso à pedra do Leme com uma grade de segurança de um quiosque, mas o dono do quiosque não permitiu e teve um princípio de confusão. Pessoas que passavam pelo local também reclamaram que o local era público e que não iam aceitar ter o acesso fechado pelos seguranças.

Após o passeio, Netanyahu parou em um quiosque junto com a esposa, onde tomou cerveja, comeu batata frita, espeto de frango e salada caprese.

Primeira visita ao Brasil

O premiê israelense pousou na capital fluminense às 11h16 desta sexta-feira (28). Ele foi recebido por autoridades, como o prefeito do Rio, Marcelo Crivella. Netanyahu deixou o Aeroporto do Galeão por uma porta lateral. É a primeira visita oficial de um primeiro-ministro israelense ao Brasil.

Na tarde de sexta-feira (28), o presidente eleito Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro de Israel se reuniram no Forte de Copacabana, na Zona Sul do Rio.

Os dois líderes políticos reafirmaram a intenção de estreitar os laços entre os países e fazer parcerias em diversos setores. Bolsonaro afirmou que planeja ir com uma comitiva a Israel em março. Lá, pretende negociar acordos de cooperação tecnológica e nas áreas de agricultura, segurança, militar, pesca, entre outras.

Ainda na sexta-feira, Netanyahu esteve em uma Sinagoga em Copacabana, Zona Sul do Rio, acompanhado por Bolsonaro, para um encontro com a comunidade judaica. Na ocasião, os dois se chamaram de "irmão" e disseram que vão reforçar os laços entre Brasil e Israel.



EspaçoPB - G1

O que estão comentando...

Comentários