Deputado nega derrota do Executivo em reprovação ao voto aberto na eleição da AL

Deputado nega derrota do Executivo em reprovação ao voto aberto na eleição da AL

Um dos deputados da base governista a votar contrário, nesta sexta-feira (28), a proposta de voto aberto nas eleições da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Ricardo Barbosa (PSB) negou que a reprovação da matéria, sofrida nesta sexta-feira (28), em plenário, tenha sido retaliação ou derrota imposta ao Poder Executivo.

Segundo Barbosa, o projeto não chegou a Casa em regime de urgência urgentíssima, como costuma-se ser quando se trata de matérias de interesse do Poder Executivo, e integrou a Ordem do Dia de votação por meio de projeto de Resolução, de autoria do líder do Governo na ALPB, Hervázio Bezerra (PSB).

“Se fosse para cumprir o rito normal, nem deveria ter sido apreciado hoje. Mudança no Regimento carece de uma série de tratativas internas, de cinco dias de prazo para apresentação de emendas e só depois disso, ele poderá ser colocado em discussão e votação”, pontuou.

O deputado continuou: “De nossa parte, o pensamento é unânime e uníssono de que somos integrantes e convergentes dos propósitos do governo. Essa é uma deliberação inata da Casa Legislativa. Decidir sobre o Regimento não compete ao Poder Executivo ou nenhum outro ente. É uma prerrogativa da Casa e assim foi feito. A absoluta maioria, mais de dois terços entenderam que merecemos continuar balizados pela Constituição Federal, que diz que a eleição da Mesa Diretora do Senado e da Câmara merece continuar em escrutínio secreto”, concluiu.



EspaçoPB - Wscom

O que estão comentando...

Comentários